SABER E SAÚDE

DICAS DE SAÚDE PARA VOCÊ

Alimentos Desaconselhados Para Diabetes

Alimentos Desaconselhados Para Diabetes

Alimentos Desaconselhados Para Diabetes Dados recentes sugerem que pelo menos 54 milhões de pessoas nos EUA tinham pré-diabetes, em 2002.

Em geral, as pessoas com pré-diabetes não têm sintomas, mas, se nada for feito para reduzir seus níveis de glicose, há grande risco de desenvolverem diabetes em cerca de 10 anos.

Especialistas recomendam que todas as pessoas com fatores de risco para diabetes do tipo 2 sejam testadas para pré-diabetes.

O Diabetes do tipo 1, antes chamado diabetes dependente de insulina ou diabetes juvenil, representa cerca de 10% dos casos de diabetes nos EUA.

Isso porque são alimentos que elevam rapidamente os níveis de açúcar no sangue e são muito calóricos, colaborando para o aumento do peso e piora da resistência à ação da insulina, podendo levar à descompensação da doença.

“As células da córnea da pessoa com diabetes tem algumas diferenças com relação a dos outros pacientes, o que torna os olhos portas de entrada para várias infecções e doenças como glaucoma e catarata”, afirma a Dra.

Mesmo assim, aproximadamente 3 milhões de pessoas têm a doença e não sabem no Brasil, de acordo com pesquisa da Federação Internacional de Diabetes.

Geralmente, esse diabetes aparece na infância ou adolescência e é controlado com o uso de insulina.

A primeira etapa do cuidado é medir direitinho a taxa de assucar no sangue, a glicemia.

Diabete Tipo I – também conhecida como diabetes juvenil, ou Mellitus, ocorre quando o pâncreas diminui ou para a produção de insulina.

Ocorre em pessoas jovens, normalmente abaixo dos 35 anos, podendo inclusive acometer crianças.

O diabético tipo I é insulinodependente, ou seja, depende da aplicação da insulina que deixou de produzir, geralmente através de uma ou mais injeções de insulina por dia.

O tratamento consiste, portanto, da reposição da insulina, de dieta alimentar, sendo abolidos da alimentação os doces e evitando alimentos gordurosos, pelo acompanhamento médico e controle da glicemia.

A diabetes tipo 2 está muito relacionada à resistência à insulina, ou seja, esse hormônio não consegue colocar a glicose presente no sangue para dentro das células.

A insulina está relacionada com o distúrbio hormonal conhecido como

O Que é Diabeteses melitus, enfermidade em que a pessoa apresenta elevada taxa de glicose no sangue (hiperglicemia).

Muitos pacientes acabam por descobrir a diabetes somente após terem alguma complicação decorrente da doença já instalada ou quando entram em coma.

Diabetes mellitus é o nome dado a um grupo de distúrbios metabólicos que resultam em níveis elevados de glicose no sangue.

Conhecido popularmente com assucar alto no sangue, existem vários tipos e várias causas de diabetes.

Todos os tipos, porém, costumam apresentar complicações semelhantes, como maior risco de lesão dos rins, dos olhos e dos vasos sanguíneos.

Os sintomas da diabetes gestacional são os mesmos da diabetes tipo 2, como a sede e a fome excessiva, aumento da vontade de urinar, e que facilmente se confundem com sintomas da gravidez.

https://comsaberesaude.com.br/category/saude/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *