Urobilinogênio na urina: o que pode ser e o que fazer
Urobilinogênio na urina: o que pode ser e o que fazer

Urobilinogênio na urina: o que pode ser e o que fazer

Spread the love

O urobilinogênio é um produto da degradação de bilirrubina da bactéria presente no intestino, que é tomado no sangue e é excretado pelo rim. No entanto, quando há uma grande quantidade de bilirrubina produzida, ocorre um aumento da concentração de urobilinogênio no intestino e, portanto, na urina.

A presença de urobilinogênio é considerada normal quando se encontra entre os 0, 1 e 1,0 mg/dL. Quando os valores são maiores, é importante verificar os outros parâmetros avaliados, assim como outros ensaios que podem ter sido solicitados, para que se possa ter consciência da causa do aumento de bilirrubina na urina.

Este pode ser o urobilinogênio na urina

O Urocholinogênio pode naturalmente ser encontrado no urina, sem clinicamente relevante. No entanto, quando há quantidades maiores do que o esperado e quando há uma mudança de outros fatores analisados na urina e no exame de sangue, pode ser indicativo:

  • problemas, como cirrose, hepatite ou câncer de fígado, no qual também pode ser detectada a presença de bilirrubina na urina. Veja o que poderia ser bilirrubina na urina?
  • Mudas de sangue, onde o corpo produz anticorpos que reagem contra os cones, e há a sua destruição e, consequentemente, maior produção de bilirrubina, cujo valor aumentado pode ser percebido através da análise do sangue. Além disso, no caso da anemia hemolítica, também é possível verificar as alterações na célula sanguíneo, principalmente na quantidade de hemoglobina e hemoglobina.

Além disso, a presença de urobilinogênio na urina pode sugerir problemas no fígado, mesmo antes de surgirem sintomas ou alterações nos exames. Para o Desta forma, quando a presença de urocolonogênio em urina é verificada, é importante observar se há alguma outra alteração no teste de urina, bem como o resultado de outros exames de sangue, como hemograma, TGO, TGO e GGT, no caso de problemas hepáticos, e, no caso de anemia hemolítica, dose de bilirrubina e exames imunológicos. Saiba mais sobre como confirmar o diagnóstico de anemia hemolítica.

O que você deve fazer

Consideração deve ser dada a quantidades significativas de urocolonogênio urinária na urina, é importante investigar a causa para que você possa tratá-la adequadamente. Se a presença de bexiga urinária se deve à anemia hemolítica, o médico pode indicar tratamento com medicações que regulam o sistema imunológico, como corticosteróides ou imunossupressores.

Já no caso de problemas no fígado, o médico pode recomendar repouso e alteração na alimentação, por exemplo. No caso do câncer de fígado, a cirurgia pode ser necessária para remover a área e, em seguida, a quimioterapia.