Tratamento da epilepsia

Spread the love

Muitas pessoas respondiam bem ao tratamento da epilepsia com drogas, dietas e / ou cirurgia.1 Os medicamentos para tratar a epilepsia para os efeitos de doen, ou seja, evitar as apreensões são pticas. Geralmente, os s não são prescritos por m é o apse médico Occur a ocorrer por um segundo epil de ataque.

” A terapia adequada permite que o paciente tenha, com mais frequência, boa qualidade de vida. Al am m disso, dentro de suas capacidades pessoais permitem que você participara de todas as atividades profissionais e sociais, incluindo a condução de óculos motorizados. Por fim, o tratamento adequado reduz a probabilidade de acidentes em acidentes e a possibilidade de morte. Maria Luiza G de Manreza, doutora em neurologia, m é insinuação e professora da Faculdade de Medicina da Universidade de S Paulo-CRM-SP 17097 CURIOSIDADE De acordo com a Brasileira de Brasileira de Neurologia, para entender o efeito das drogas, é possível comparar uma crise de epil de crise à febre. ” O julgamento do epil é a resposta c a um perpetrador em um criminoso, como, Proporção, febre é a reação do corpo a uma infecção ” Nota: ‘ Os medicamentos para controlar a crise atuam apenas no sintoma (crise), assim como um antiit é febre de controle muito alto, mas n não cura a febre que causa febre. 2

O tipo de medicamento para o tratamento da epilepsia é indicado de acordo com as necessidades do paciente e o caráter galáctico de suas convulsões é epilepsia. Em geral, as apreensões em breve deixarão de dissipar o orçamento de tratamento, mas o dever intermediário deve ser mantido por um período mais longo (2 5 anos) ou até mesmo para a vida, dependendo do tipo de epilepsia apresentada pelo indivíduo.

Em casos mais graves, as chamadas apreensões refratárias, pode haver a necessidade de cirurgia a partir do fato de que a droga n não é suficiente.

estes casos, o paciente deve ser avaliado, uma vez que o procedimento cir &usurgical n é capaz de ser capaz de ser capaz de ser capaz de produzir les ou danos cerebrais com epilepsia ou fazer alterações na personalidade ou no entretenimento do organizador. DICA A medicação para a epilepsia deve ser prescrita por um neurologista.

Dois candidatos a cuidados especiais para pacientes que fazem ótimo tratamento com drogas: 3

  • verificar com o m on the m necessidade de complementar sua dieta com o introdu de vitaminas e outros suplementos para evitar danos aos ossos;
  • mulheres que tenham indez de impregnação de mama devem solicitar m para ajustar os medicamentos e, assim, evitar problemas m-forma do feto.

&Importante notar que qualquer alteração de medicação deve ser estimada por m um médico prescrito, levando em consideração as Especificidades do indivíduo com epilepsia. Especialmente em pacientes que estão livres das convulsões. É ptico, todos os puffs de lama devem ser evitados-inclusive entre medicamentos de referencial, o gen é rico e semelhante-voltado para a prevenção de reincidência. 4

Importando a ingestão &acPharmaceutical from Epilepsy

De acordo com a Associada Brasileira de Epilepsia, outro tratamento para epilepsia é dieta cetog nica.5 Trata-se de uma dieta rica em gordura, com consumo moderado de proteínas e carboidratos pobres. O tipo de dieta varia conforme o intervalo e seria que em adultos o uso mais comum da dieta Atkins, com baixo teor de carboidratos. Antes de iniciar qualquer dieta, você deve consultar um m em um nível e referir-se a um nutricionista especializado.6

Consulte os Antigos

1. Localização dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH). Dispênico: http://www.ninds.nih.gov/disorders/epilepsy/epilepsy.htm &Ultimo acesso em 19 de outubro de 2017. 2. Local da Academia Brasileira de Neurologia (ABN). Dispênico: http://www.cadastro.abneuro.org/site/publico_epilepsia.asp &Ultimo acesso em 19 de outubro de 2017. 3. Localização dos Institutos Nacionais de Saúde (NIS). Dispênico: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/spanish/ency/article/000694.htm &Ultimo acesso em 19 de outubro de 2017. 4. Journal Eplepsia Journal e Neurofisiology Cl ics. Dispêndia em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext & pid = S1676-26492008000300010 &Ultimo acesso em 19 de outubro de 2017. 5. O site brasileiro e brasileiro. Dispênico: http://www.epilepsiabrasil.org.br/noticias/dieta-cetogenica &Ultimo acesso em 19 de outubro de 2017. 6. Localização dos Institutos Nacionais de Saúde (NIS). Dispênico: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/spanish/ency/article/000694.htm &Ultimo acesso em 19 de outubro de 2017.

Author: admin