Tenossinovite de Quervain: o que é, sintomas e tratamento

Tenossinovite de Quervain: o que é, sintomas e tratamento
Spread the love

A tenossinovite de Quervain corresponde à inflamação dos tendões que estão localizados na base do dedo polegar, que provoca dor e inchaço da região, que pode piorar ao realizar movimentos com o dedo. A causa dessa inflamação ainda não é muito bem esclarecida, no entanto os sintomas costumam piorar quando há a realização de movimentos repetitivos como digitar, por exemplo.

O tratamento deve ser indicado por um ortopedista de acordo com os sintomas apresentados, mas muitas vezes é indicada a imobilização do polegar e o uso de anti-inflamatórios para aliviar os sintomas. Nos casos em que os sintomas não passam mesmo com a realização do tratamento ou quando os sintomas são tão intensos que interferem na realização das atividades do dia a dia, pode ser indicada a realização de cirurgia.

Principais sintomas

Os principais sintomas da tenossinovite de Quervain incluem:

  • Dor no polegar, principalmente quando há movimentação do dedo;
  • Dor quando se movimenta lateralmente o punho com o dedo dobrado;
  • Dor ao tocar na região ao redor do polegar;
  • Enrijecimento do local;
  • Inchaço local, percebido principalmente pela manhã;
  • Dificuldade para segurar algum objeto;
  • Dor e desconforto ao realizar movimentos comuns do dia a dia, como abrir uma lata, abotoar ou abrir a porta.

Apesar da causa da tenossinovite de Quervain ainda não estar muito bem esclarecida, acredita-se que a realização de movimentos repetitivos pode favorecer a inflamação, além de também poder estar associada a doenças crônicas e sistêmicas como diabetes, gota e artrite reumatoide, por exemplo.

Além disso, algumas pessoas têm maior probabilidade de desenvolver a tenossinovite de Quervain como é o caso de mulheres no período pré-menopausa, gestantes ou pessoas que tenham tido uma fratura no punho em algum momento da vida.

Como é feito o tratamento

O tratamento da tenossinovite de Quervain deve ser feito de acordo com a orientação do ortopedista, sendo na maioria dos casos indicada a imobilização do dedo polegar e do punho para evitar a movimentação e o agravamento da inflamação. Além disso, nesses casos pode também ser indicado o uso de remédios analgésicos ou anti-inflamatórios para ajudar a aliviar os sintomas. Em alguns casos pode ser também indicada a realização de infiltrado de corticoides para acelerar a recuperação.

Quando o tratamento com remédios não é suficiente ou quando os sintomas limitam as atividades do dia a dia, o médico pode indicar a realização de cirurgia para tratar a inflamação e promover melhora e alívios dos sintomas. É comum também que, após a cirurgia, seja indicada a realização de sessões de fisioterapia para acelerar o processo de recuperação.

Author: admin