• qui. ago 11th, 2022

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

TDAH (déficit de atenção e hiperatividade): o que é, sintomas e o que fazer

Byadmin

set 2, 2021
TDAH (déficit de atenção e hiperatividade): o que é, sintomas e o que fazer
Spread the love

O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, conhecido pela como TDAH, é caracterizado pela presença de sintomas como desatenção, hiperatividade e/ou impulsividade. Este é um transtorno comum da infância, mas que pode persistir nos adultos, principalmente quando não é tratado na criança.

Os primeiros sinais deste transtorno surgem depois dos 7 anos, já que entre os 6 e 7 anos as estruturas que regulam a atenção e o comportamento amadurecem. Além disso, os sinais são mais fáceis de identificar nos meninos e, normalmente incluem excesso de desatenção, agitação, teimosia, agressividade ou atitudes impulsivas, que fazem com que a criança tenha um comportamento inadequado, que prejudica o rendimento escolar, já que não presta atenção, não se concentra e se distrai facilmente, além de poder causar muito estresse e desgaste aos pais, familiares e cuidadores.

Se tem dúvidas se é TDAH, faça o nosso teste respondendo as questões à seguir, para saber qual o risco:

Saiba se o seu filho é hiperativo.

Começar o teste Imagem ilustrativa do questionário Imagem ilustrativa da questãoFica esfregando as mãos, os pés ou fica se contorcendo na cadeira?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança é bagunceira e deixa tudo fora do lugar?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoÉ difícil para ela ficar parado assistindo um filme até o fim?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoEla parece que não escuta quando você conversa com ela e te deixa falando sozinho?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoEla é agitada demais e sobe em móveis ou armários mesmo quando isso é totalmente inapropriado?

  • Sim
  • Não

Ela não gosta nada de atividades calmas e serenas como aula de Yoga ou meditação?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoEla tem dificuldade de esperar sua vez e passa na frente dos outros?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoTem alguma dificuldade para permanecer sentado por mais de 1 hora?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoSe distrai facilmente na escola, ou quando você conversa com ela?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoFica muito agitada quando ouve música ou está num ambiente novo, com muitas pessoas?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança gosta de se machucar com arranhões ou mordidas fazendo isso de propósito?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança tem dificuldade para seguir as instruções que outra pessoa dá?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança tem dificuldade para prestar atenção na escola e se distrai mesmo num jogo que goste muito?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança tem dificuldade de completar uma tarefa porque se distrai e começa logo outra?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança tem dificuldade para brincar de forma tranquila e sossegada?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança fala muito?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança costuma interromper ou incomodar os outros?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança parece não escutar o que está sendo dito, de forma frequente?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoEstá sempre perdendo as coisas necessárias para tarefas ou atividades na escola ou em casa?

  • Sim
  • Não

Imagem ilustrativa da questãoA criança gosta de participar de atividades perigosas sem levar em consideração as possíveis consequências?

  • Sim
  • Não

Anterior Próxima

Principais sintomas do TDAH

Uma vez que o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um transtorno complexo, seus sinais e sintomas geralmente são divididos em 3 grupos:

desatenção pode ser identificada por:

  • Dificuldade para prestar atenção ou errar por descuido em atividades lúdicas, escolares ou de trabalho; 
  • Parecer não escutar quando fala com ele;
  • Não seguir instruções em tarefas escolares, domésticas ou deveres profissionais;
  • Perder coisas necessárias para tarefas ou atividades;
  • Evitar tarefas que exigem esforço mental constante;
  • Esquecimentos frequentes em atividades diárias.
  • Já a hiperatividade-impulsividade tem as seguintes características:

  • Agitar as mãos ou os pés ou se remexer na cadeira;
  • Abandonar a cadeira da sala de aula ou outras situações onde se espera que permaneça sentado;
  • Correr ou escalar objetos de forma exagerada, em situações inapropriadas;
  • Dificuldade em brincar ou envolver-se silenciosamente em atividades de lazer;
  • Estar frequentemente “a mil” ou muitas vezes agir como se estivesse “a todo o vapor”;
  • Falar de forma exagerada.
  • Dar respostas precipitadas antes das perguntas terem sido concluídas;
  • Ter dificuldade em esperar a sua vez; 
  • Interromper ou se meter em assuntos dos outros.
  • A criança hiperativa pode demonstrar este comportamento em qualquer lugar, como na escola, em casa, na igreja, e são muito desgastante aos pais, cuidadores ou professores. Antes de se pensar em déficit de atenção e hiperatividade, é importante observar os sinais que a criança demonstra e tentar entendê-la, já que o nervosismo, medo ou cansaço, por exemplo, são situações que também podem gerar alterações no comportamento. 

    TDAH (déficit de atenção e hiperatividade): o que é, sintomas e o que fazer

    O que fazer em caso de suspeita

    Caso se suspeite de TDAH, é importante consultar o pediatra para ele observar o comportamento da criança e avaliar se existe necessidade de preocupação. Caso ele identifique sinais do transtorno, poderá indicar a consulta de outro especialista, pois, normalmente, o diagnóstico do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade é feito por um psiquiatra ou neuropediatra na idade pré-escolar.

    O diagnóstico é completamente clínico, sendo feito por meio da observação do comportamento da criança na escola, em casa e nos outros locais do seu dia-a-dia para confirmar se existem, pelo menos, 6 sinais que indiquem a presença do transtorno.

    O tratamento deste transtorno inclui o uso de medicamentos estimulantes e não estimulantes, como o Metilfenidato, Atomoxetina e Lisdexanfetamina, além de terapia comportamental com psicólogo ou a combinação destes. Veja mais detalhes sobre o tratamento para TDAH

    Qual a diferença entre hiperatividade e autismo

    O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade pode muitas vezes ser confundido com o autismo, e até gerar alguma confusão para os pais e familiares. Isso porque ambos, os transtornos, compartilham sintomas semelhantes como ter dificuldade para prestar atenção, não conseguir ficar quieto ou ter dificuldades para esperar sua vez, por exemplo.

    No entanto, são transtorno completamente diferentes, especialmente no que está na origem de cada problema. Isto é, enquanto na hiperatividade, os sintomas estão relacionados com a forma como o cérebro cresce e se desenvolve, no autismo acontecem vários problemas com todo o desenvolvimento da criança, que podem afetar a linguagem, o comportamento, a interação social e a habilidade para aprender. Porém, é possível que uma criança tenha ao mesmo tempo TDAH e autismo.

    Assim, e uma vez que pode ser difícil para os pais identificarem as diferenças em casa, o melhor sempre é consultar um pediatra ou um psicólogo para fazer o diagnóstico correto e iniciar o melhor tipo de tratamento, adequado às verdadeiras necessidades da criança.