• dom. maio 22nd, 2022

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Síndrome de Ménière: o que é, sintomas, causas e tratamento

Byadmin

ago 26, 2021
Síndrome de Ménière: o que é, sintomas, causas e tratamento
Spread the love

A síndrome de Ménière é uma doença rara que afeta o ouvido interno, caracterizada por episódios frequentes de vertigens, perda de audição e zumbido, que pode acontecer devido ao acúmulo excessivo de líquido dentro dos canais do ouvido.

Na maioria dos casos, a síndrome de Ménière afeta apenas um dos ouvidos, no entanto pode afetar ambos, e pode desenvolver-se em pessoas de todas as idades, embora seja mais frequente entre os 20 e 50 anos.

Apesar de não ter cura, existem tratamentos para esta síndrome, indicados pelo otorrinolaringologista, que podem controlar a doença, como o uso de diuréticos, dieta pobre em sódio e realização de fisioterapia, por exemplo.

Sintomas da síndrome de Ménière

Os sintomas da síndrome de Ménière podem surgir repentinamente e podem durar entre minutos ou horas e a intensidade das crises e frequência podem variar de uma pessoa para outra. Os principais sintomas da síndrome de Ménière são:

  • Vertigens;
  • Tonturas;
  • Perda do equilíbrio;
  • Zumbido;
  • Diminuição ou perda da audição;
  • Sensação de ouvido tampado.

É importante que o otorrinolaringologista seja consultado assim que surgirem os sintomas indicativos da síndrome, pois assim é possível iniciar o tratamento para aliviar os sintomas e prevenir novas crises. Se acha que pode ter a síndrome, selecione os sintomas no teste a seguir, que ajuda a identificar sintomas compatíveis com a síndrome:

  • 1. Enjoos ou tonturas frequentes Não Sim
  • 2. Sensação de que tudo em volta está se movendo ou rodando Não Sim
  • 3. Perda temporária da audição Não Sim
  • 4. Zumbido constante no ouvido Não Sim
  • 5. Sensação de ouvido tampado Não Sim
  • Imagem que indica que o site está carregando

    O diagnóstico da síndrome de Ménière normalmente é feito pelo otorrinolaringologista através da avaliação dos sintomas e do histórico clínico. Alguns dos requisitos para chegar no diagnóstico incluem ter 2 episódios de vertigem que durem pelo menos 20 minutos, ter diminuição da audição comprovada com um teste de audição e ter a sensação constante de zumbido no ouvido.

    Antes do diagnóstico definitivo, o médico pode fazer vários exames aos ouvidos, para garantir que não existe outra causa que possa estar provocando o mesmo tipo de sintomas, como uma infecção ou tímpano perfurado, por exemplo. Saiba quais são as outras causas de vertigem e como diferenciar.

    Possíveis causas

    A causa específica da síndrome de Ménière ainda não é muito bem esclarecida, no entanto acredita-se que acontece devido ao acúmulo excessivo de líquido dentro dos canais do ouvido.

    Esse acúmulo de líquidos pode acontecer devido a diversos fatores, como alterações anatômicas do ouvido, alergias, infecções por vírus, pancadas na cabeça, enxaqueca frequente e resposta exagerada do sistema imune.

    Como é feito o tratamento

    Embora não exista cura para a síndrome de Ménière, é possível recorrer a vários tipos de tratamento para reduzir, especialmente, a sensação de vertigem. Um dos primeiros tratamentos usados para controlar as crises a utilização de remédios para enjoos, como a Meclizina ou a Prometazina, por exemplo.

    Para controlar a doença e reduzir frequência das crises, também está indicado um tratamento que inclui o uso de remédios, como diuréticos, betaístina, vasodilatadores, corticóides ou imunossupressores para diminuir a atividade imune no ouvido.

    Além disso, é recomendada a restrição de sal, cafeína, álcool e nicotina, além de evitar muito estresse, pois podem desencadear mais crises. A fisioterapia para reabilitação vestibular é indicada como forma de fortalecer o equilíbrio e, caso a audição esteja muito prejudicada, o uso de aparelho auditivo.

    No entanto, caso os sintomas não melhorem, o otorrino pode ainda a injeção de medicamentos diretamente no tímpano, para serem absorvidos pelo ouvido, como a Gentamicina ou a Dexametasona. Já nos casos mais graves, pode ser preciso fazer cirurgia para descomprimir o ouvido interno ou diminuir a ação do nervo auditivo, por exemplo. Veja mais detalhes sobre o tratamento da síndrome de Ménière.

    Assista também ao vídeo seguinte e veja como deve ser a alimentação para pessoas com síndrome de Ménière:

    Imagem representativa do vídeo