• seg. maio 16th, 2022

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Qual o tamanho do estômago do bebê?

Byadmin

ago 26, 2021
Qual o tamanho do estômago do bebê?
Spread the love

O tamanho do estômago ao nascer é muito pequeno e vai aumentando de acordo com o crescimento do bebê e também com a ingestão de leite materno, fórmula infantil e outros alimentos.

Nos primeiros dias de vida, o tamanho do estômago do bebê aumenta muito, tendo no primeiro dia de nascimento uma capacidade para até 10 a 20 ml de leite, no terceiro dia um volume de 22 ml, chegando a uma capacidade de 44 ml de leite no 7º dia, por exemplo. 

De forma geral, o tamanho do estômago do bebê e o volume de alimentos que ele pode ingerir é:

  • 1º dia de nascido: tamanho semelhante a uma cereja e capacidade de 10 a 20 ml;
  • 3º dia após o nascimento: tamanho semelhante a uma noz e capacidade para 22 a 29 ml;
  • 7º dia após o nascimento: tamanho semelhante a uma ameixa e capacidade para 30 a 90 ml;
  • 1º mês: tamanho semelhante a um ovo de galinha e capacidade de  90 a 150 mL;
  • do 3º ao 6º mês: tamanho semelhante a um kiwi e capacidade de 150 ml a 200 ml; 
  • Do 6º ao 12º mês: tamanho semelhante a uma maçã e capacidade de 210 ml a 310 ml;

Após o primeiro ano de vida, o estômago do bebê cresce de acordo com o seu peso, tendo uma capacidade estimada em 30 a 40 ml por cada kg de peso. Dessa forma, um bebê de 1 ano e 6 meses que pesa 10 kg, terá um estômago com capacidade aproximada de 300 a 400 ml.

Como deve ser a amamentação

Como o estômago do bebê ao nascer é pequeno, é importante alimentar o bebê com pequenos volumes de leite materno, ou fórmula infantil, várias vezes ao longo do dia. Assim, é normal que no início o bebê precise mamar mais vezes, de 10 a 12 vezes por dia, pois seu estômago não tem uma capacidade muito grande.

Independente do tamanho do estômago, é recomendado que o bebê se alimente exclusivamente de leite materno até os sexto mês de vida, podendo se prolongar até os 2 anos, ou até quando a mãe e filho quiserem, sob livre demanda, que é sempre que o bebê quiser.

A fórmula infantil pode ser indicada pelo pediatra quando a mãe não consegue amamentar ou quando a amamentação no peito é contra indicada, como no caso de doenças contagiosas ou uso de alguns medicamentos. Entenda em que situações e como escolher a fórmula infantil.

Quando iniciar a alimentação complementar

A alimentação complementar do bebê deve ser iniciada no 6º mês de vida, independente se o bebê mama no peito ou se alimenta da fórmula infantil. Entenda melhor como deve ser a introdução dos alimentos na dieta do bebê.

As primeiras papinhas devem ser compostas por frutas frescas raspadas ou amassadas, como maçã, pera, banana e mamão. A partir do 7º mês, deve-se introduzir as papinhas principais no almoço e jantar, que são feitas com cereais, como arroz e macarrão; ou tubérculos, como aipim e batata doce; proteínas, como frango e carne; e vegetais frescos, como cenoura, chuchu e abobrinha, que devem ser amassados para evitar que o bebê engasgue. Veja como deve ser a alimentação do bebê dos 0 aos 12 meses.