História do SBD

Spread the love

Como tudo começou …

Diabetologia tornou-se um ramo sólido da endocrinologia, o que requer mais atenção de especialistas, com objetivos e caminhos cada vez mais diferentes dos que viajam da especialidade. O jovem médico José Procopido Valle conheceu esse crescimento com outros profissionais da região, no Hospital Universidade Antonio Pedro, na Universidade Federal Fluminense (UFF), e fez a proposta de organizar uma fundação para pessoas com diabetes.

A ideia foi logo aprovada e, em 12 de novembro de 1970, nasceu a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Em um primeiro momento, a sede foi fixada em Niterói e com uma diretoria provisória formada pelo Dr. Procópio do Valle (RJ), como presidente, e Dr. Mario Negreiros dos Anjos (RJ), como geral

Francisco Ardouno (RJ), Dra. Roberto Mundim Pena (MG), Dr. Armando Aguiar Pupo (SP), Dr. Bernardo Leo Wajchenberg (SP), Dr. Arnaldo Sandoval (SP), Dr. Arnaldo Sandoval (SP), Dr. Isaac Vaissman (RJ), Dr. Mino Costa Sobrinho (RJ), Dr. Mino Costa Sobrinho (RJ), Dr. Mário Picanco (RJ), Dr. Abrahão Domingos Lomanaco (SP), Dr. Maurício Seligmann (RS), Dr. Maurício Seligmann (RS), Dr. Maurício Seligmann (RS), Dr. Maurício Seligmann (RS), Dr. Ney Hugo Alencar (RJ), Dr. Ney Hugo Alencar (RJ), Dr. Ney Hugo Alencar (RJ), Dr. Ney Hugo Alencar (RJ), Dr. Ney Hugo Alencar (RJ), Dr. Ney Hugo Alencar (RJ), Dr. Ney Hugo Alencar (RJ), Dr. Dager Moreira da Rocha (PE), Dr. Nelson Chaves (PE), Dr. Alberto Vasconcelos (CE), Dr. Alberto Vasconcelos (CE) e Dr. Leo Vasconcelos (CE) e Dr. Leo Zagury (RJ).

O SBD é um sociedade que ocupa e ocupa um lugar de destaque na medicina nacional. Há cerca de 4.000 funcionários espalhados por todo o Brasil. A fim de fortalecer e representar a representatividade nos diversos estados federados do Brasil, o SBD nomeou representantes estaduais, delegados. Além desses estados, os regionais já se formaram, de acordo com os estatutos da unidade. Já na operação cinco SBD Regional: Bahia, Ceará, Minas Gerais, Goiás, Sergipe e Pernambuco.

Foram criados, a, departamentos diversos: nutrição e metabolismo, enfermagem, educação, diabetes geacional, epidemiologia, diabetes nos meninos, metodologia da ciência, doenças cardiovasculares, complicações crônicas e diabéticos, atividade física, farmácia, síndrome do metabolismo, transplantes, distúrbios alimentares, psicologia e farmacoeconomia. Com esses departamentos, a SBD une diversos profissionais da área da saúde e intensifica suas ações para melhorar a qualidade de vida das pessoas com diabetes. Os Presidentes

A Sociedade Brasileira de Diabetes elege seus presidentes dois anos antes de sua posse em uma votação direta durante a Assembleia Geral. O deputado eleito permanecerá no cargo por dois anos e terá o direito de eleger os membros do seu conselho de administração. Dê uma olhada na lista de ex-presidentes do SBD e leia uma pequena biografia de cada um deles:

  • 1970-1973-Dr. Procope of the Valle
  • 1973-1976-Dr. Emilio Mattar
  • 1983-1987-Dr. Emilio Mattar
  • 1983-1987-Dr. Bernardo Leo Wajchenberg
  • 1988-1989-Dr. Adolpho Milech
  • 1988-1989-Dr. Armando Aguiar Puppo
  • 1990-1991-1991-Dr. Thomaz Rodrigues Porto da Cruz
  • 1992-1993-Dr. Edgard D’ Avila Niclewicz
  • 1994 -1995-Dr. Antonio Roberto Chacra
  • 1996-1997-Dr. Antonio Carlos Lerario
  • 1998-1999-Dr. Jorge Luiz Gross
  • 2000-2001-Dr. Adriana Costa e Forti
  • 2002-2003-Dr. José Egdio Paulo de Oliveira
  • 2004-2005-Dr. Leão Zagury
  • 2006-2007-Dr. Marcos Tambascia
  • 2008-2009-Dr. Marília de Brito Gomes
  • 2010-2011-Dr. Saulo Cavalcanti
  • 2012-2013-Dr. Balduino Tschiedel
  • 2014-2015-Dr. Walter Minicucci
  • 2016-2017-Dr. Luiz Turatti
  • 2018-2019-Dr. Luiz Turatti
  • 2018-2019-Dr. Hermelinda Pedrosa
  • Congresso brasileiro

    SBD realiza regularmente um congresso de caráter nacional, do científico atualização (para médicos e profissionais de saúde) e pedagogicamente (orientado para pacientes e associações de pacientes diabéticos), que reúne cerca de 2.300 pessoas.

    A sede é eleita por votação durante assembleia geral que está nos congressos.

    A sociedade diabete Diabetes tem realizado em sua trajetória-inicialmente a cada três anos e atualmente a cada dois anos-congressos com o objetivo de aumentar os problemas de luz de maior importância para os especialistas e pessoas com diabetes. ; além de análise dos julgamentos de tratamentos e pesquisas.

    Congressos de SBD e seus Presidentes: Rio de Janeiro (RJ) /1973-Dr. Procope Valle Salvador (BA) /1976-Dr. Thomaz Cruz e Dr. Emilio Mattar (SBD e SBEM) São Paulo (SP) /1979-Dr. Bernardo Leo Wajchenberg São Paulo (SP) /1982-Dr. Maria Odete Ribeiro Milk (SBD e SBEM) Foz do Iguaçu (PR) /1985-Dr. Edgard D’ Avila Niclewicz Salvador (BA) /1987-Dr. Thomaz Cruz Guarapari (ES) /1989-Dr. Laerte Damaceno e Dr. Armando Puppo Fortaleza (CE) /1991-Dr. Adriana Costa e Forti São Paulo (SP) /1993-Dr. Antonio Roberto Chacra Foz do Iguaçu (PR) /1995-Dr. Antonio Carlos Lerário Porto Alegre (RS) /1997-Dr. Jorge Luiz Gross Aracaju (SE) /1999-Dr. Raimundo Sotero Rio de Janeiro (RJ) /2001-Dr. Marília de Brito Gomes Goiânia (GO) /2003-Dr. Nelson Rassi Salvador (BA) /2005-Dr. Reine Marie Chaves Campinas (SP) /2007-Dr. Bruno Geloneze Fortaleza (CE) /2009-Dr. Adriana Costa e Forti Brasília (DF) /2011-Dr. Hermelinda Cordeiro Pedrosa Florianópolis (SC) /2013-Dr. Luiz Antonio de Araujo Porto Alegre (RS) /2015-Dr. Balduino Tschiedel São Paulo (SP) /2017-João Eduardo Salles Natal (RN) /2019-Tadeu Alencar Publicações

    O trabalho realizado pelo Dr. Antonio Roberto Chacra, Journal of SBD, foi gravado em 1994 com a integração e publicação das obras desenvolvidas pelos membros associados. A publicação é distribuída para os funcionários, as associações de pacientes e a diversidade.

    Em junho de 2007, uma revista SBD Diabetes lançou. A publicação foi substituída pelo Journal of SBD. Com 40 páginas, look moderno, colunas e entrevistas mais detalhadas “Diabetes-das SBD Magazin” é uma publicação voltada para os funcionários do SBD.