Hipoglicemia: o que é, sintomas, causas e tratamento
Hipoglicemia: o que é, sintomas, causas e tratamento

Hipoglicemia: o que é, sintomas, causas e tratamento

Spread the love

A hipoglicemia, também chamada de glicose baixa, acontece quando os níveis de açúcar no sangue estão mais baixos que o normal. O valor normal da glicose em jejum é, de forma geral, até 99 mg/dL em jejum, sendo considerado hipoglicemia quando os níveis de glicose no sangue estão abaixo de 70 mg/dL.

Uma vez que a glicose é um importante combustível para o cérebro, quando a glicemia está muito baixa pode haver alterações no funcionamento do órgão, levando ao aparecimento de alguns, como tonturas, náuseas, confusão mental, palpitações e até desmaio. Assim, é importante que a hipoglicemia seja identificada e tratada rapidamente, o que pode ser feito com a ingestão de carboidratos, na forma de sucos ou doces, por exemplo.

Principais sintomas

Os sintomas de hipoglicemia tendem a surgir rapidamente e podem variar de pessoa para pessoa, porém, os mais comuns incluem:

  • Tremores;
  • Tonturas;
  • Fraqueza;
  • Suores frios;
  • Dor de cabeça;
  • Visão embaçada;
  • Confusão;
  • Palidez;
  • Palpitações cardíacas.

Geralmente estes sintomas surgem quando os níveis de a glicose no sangue está abaixo de 70 mg/dl, entretanto, algumas pessoas podem tolerar valores mais baixos, enquanto outras pessoas podem ter sintomas mesmo com valores mais elevados. Conheça outros sintomas da hipoglicemia.

Possíveis causas

A hipoglicemia pode acontecer devido ao uso errado de medicamentos para tratar a diabetes, como a insulina, por exemplo, o que pode levar à diminuição excessiva dos níveis de glicose no sangue. Além disso, pode acontecer devido ao consumo de bebidas alcoólicas, uso de certos medicamentos, após a realização de uma cirurgia, jejum prolongado, deficiências hormonais, infecções, doenças do fígado, rins ou coração, por exemplo.

É importante que a causa da hipoglicemia seja identificada para que seja possível iniciar o tratamento mais adequado e, assim, ser possível regular os níveis de açúcar no sangue e aliviar os sintomas de hipoglicemia.

Como é feito o tratamento

O tratamento para hipoglicemia depende da gravidade do sintomas e se a pessoa tem diabetes ou não. Geralmente, aconselha-se que, ao perceber os primeiros sintomas de hipoglicemia, sejam consumidos alimentos ou bebidas doces e ricas em carboidratos simples, caso a pessoa esteja consciente, pois assim é possível repor os níveis de açúcar mais rapidamente.

O que se deve fazer quando a pessoa estiver em uma crise hipoglicêmica é:

  • Ingerir cerca de 15 a 20 g de carboidrato na forma líquida, para que seja absorvido de forma mais rápida, como por exemplo suco de laranja natural ou refrigerante à base de cola ou à base de guaraná, sendo recomendado nesse caso a ingestão de cerca de 100 a 150 mL de refrigerante. Caso a fonte de carboidrato não seja líquida, pode-se comer doces, chocolates e mel, por exemplo. Por isso, é importante ter por perto alguma fonte imediata de carboidrato para que possa ser consumida em uma emergência;
  • Medir a glicose após cerca de 15 minutos da ingestão do açúcar. Caso seja verificado que a glicemia ainda se encontre abaixo de 70 mg/dL, é recomendado que a pessoa coma novamente 15 a 20g de carboidrato até que o valor da glicose seja normalizado;
  • Fazer um lanche rico em carboidratos, quando for verificado por meio da medição da glicose que os valores estão dentro dos valores normais. Algumas opções de lanches incluem pão, torradas ou bolachas. Isso faz com que a glicose fique sempre presente no sangue.
  • O tratamento também pode ser feito por meio do uso de Glucagon injetável, que deve ser comprada com receita médica e administrada na forma de injeção intra-muscular ou subcutânea de acordo com a orientação médica. O glucagon é um hormônio produzido pelo pâncreas que tem como função impedir a ação da insulina, fazendo com que a glicose permaneça circulante no sangue.

    No entanto, em casos de sonolência, desmaios ou convulsão é necessário chamar o serviço de emergência móvel (SAMU 192) para que sejam tomadas as devidas providências, sendo normalmente administrada glicose diretamente na veia. Saiba quais são os primeiros socorros para hipoglicemia.

    Hipoglicemia: o que é, sintomas, causas e tratamento

    Como prevenir a hipoglicemia

    Algumas recomendações gerais para evitar novos episódios de hipoglicemia, especialmente para diabéticos, são:

    • Diminuir o consumo do açúcar branco, álcool e de alimentos preparados com farinha de trigo;
    • Fazer ao menos 4 refeições diárias contendo frutas e verduras em pelo menos 2 delas;
    • Não pular refeições;
    • Seguir uma dieta orientada por um nutricionista que tenha quantidades ideais de carboidratos;
    • Evitar as bebidas alcoólicas;
    • Fazer exercícios físicos de forma regular e moderada;
    • Diminuir o estresse diário;
    • Ter cuidado para não errar nas doses das medicações, já que o uso de doses muito elevadas de remédios para diabetes, como a insulina e a Metformina, por exemplo, podem diminuir muito o nível de glicose no sangue, resultando em hipoglicemia.

    Também é recomendado que as pessoas portadoras de diabetes, principalmente as que usam insulina, tenham aparelhos para dosar a glicose ou fácil acesso ao posto de saúde para que a sua glicemia possa ser monitorizada com frequência.