• seg. maio 16th, 2022

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Flurazepam (Dalmadorm): para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Byadmin

ago 29, 2021
Flurazepam (Dalmadorm): para que serve, como tomar e efeitos colaterais
Spread the love

O flurazepam é um remédio sedativo e ansiolítico, que age diretamente no cérebro, diminuindo suas funções, causando um efeito tranquilizante e sonolência, fazendo com que a pessoa durma mais rápido e tenha um sono mais duradouro, sendo indicado para o tratamento da insônia.

Esse remédio está disponível em farmácias ou drogarias, na forma de comprimidos de 30 mg, com o nome comercial Dalmadorm, e é vendido somente com prescrição médica e retenção de receita pela farmácia.

Para que serve

O Flurazepam é indicado para o tratamento da insônia, pois possui ação ansiolítica e sedativa agindo diretamente no cérebro, diminuindo o tempo que a pessoa leva para adormecer e aumentando a duração do sono.

Como tomar

O comprimido do flurazepam deve ser ingerido por via oral, com um copo de água, à noite, antes de deitar. 

A dose recomendada para adultos é de meio comprimido de 30 mg, que corresponde a 15 mg de flurazepam, ou 1 comprimido inteiro de 30 mg.

Para pessoas com mais de 65 anos ou que estejam com a saúde debilitada, recomenda-se a dose inicial de 15 mg por dia (meio comprimido de 30mg).

A duração do tratamento varia de acordo com a avaliação médica e, geralmente, o flurazepam é usado por um curto período de tempo, que pode durar até no máximo 4 semanas de tratamento.

É importante não parar o tratamento por conta própria e sem a orientação do médico, pois esse remédio pode causar dependência, e para interromper o tratamento, a dose do flurazepam deve ser reduzida lentamente para não causar sintomas de abstinência como tremor, palpitação, agitação, depressão, confusão ou até convulsão.

Possíveis efeitos colaterais 

Alguns efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento com flurazepam são sonolência durante o dia, tontura, falta de coordenação motora, dor de cabeça, fraqueza muscular, visão dupla, alteração da libido ou confusão mental. 

Por isto, deve-se ter precaução ou evitar atividades como dirigir, utilizar máquinas pesadas ou realizar atividades perigosas. Além disso, o uso de álcool pode aumentar os efeitos de sonolência e tontura se consumido ao mesmo tempo que estiver em tratamento com o flurazepam, desta forma, é importante evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

O flurazepam pode causar reações alérgicas graves que necessitam de atendimento médico imediato. Por isso, deve-se interromper o tratamento e procurar o pronto socorro mais próximo ao apresentar sintomas como dificuldade para respirar, tosse, dor no peito, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, ou urticária. Saiba identificar os sintomas de reação alérgica grave.

Deve-se procurar atendimento médico imediato também caso se tome o flurazepam em doses maiores do que as recomendadas e surgirem sintomas de overdose como sonolência excessiva, confusão mental ou coma.

Quem não deve usar

O flurazepam não deve ser usado por  crianças, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que tenham miastenia gravis, insuficiência pulmonar severa ou crônica, síndrome da apneia do sono, problemas no fígado, doenças renais ou que tenham alergia ao flurazepam, ou qualquer outro sedativo benzodiazepínico como diazepam, lorazepam ou alprazolam, por exemplo.

Além disso, o flurazepam não deve ser usado junto com remédios que causam sonolência, como opióides, antidepressivos, relaxantes musculares, antialérgicos ou remédios para convulsão, pois podem causar efeitos colaterais graves como dificuldade para respirar, confusão mental ou perda da consciência, podendo colocar a vida em risco.