Exame de glicose na gravidez (dextrosol): para que serve e resultados

Exame de glicose na gravidez (dextrosol): para que serve e resultados
Spread the love

O exame de glicose na gravidez serve para identificar uma possível diabetes gestacional e deve ser feito entre as semanas 24 e 28 de gestação, mesmo quando a mulher não apresenta sinais e sintomas indicativos de diabetes, como aumento exagerado do apetite ou vontade frequente de urinar, por exemplo.

Este exame é feito com uma coleta de sangue 1 a 2 horas depois de ingerir 75 g de um líquido muito doce, conhecido como dextrosol, de forma a avaliar como o corpo da mulher lida com níveis elevados de glicose.

Apesar do exame ser normalmente feito após a 24ª semana, é possível também que seja feito antes dessas semanas, principalmente se a grávida possuir fatores de risco relacionados à diabetes, como excesso de peso, mais de 25 anos, histórico de diabetes na família ou ter tido diabetes gestacional em uma gravidez anterior.

Como é feito o exame

O exame para diabetes gestacional, também chamado de TOTG, é feito entre as semanas 24 e 28 de gestação seguindo estes passos:

  • A gestante deve ficar de jejum por cerca de 8 horas;
  • É feita a primeira coleta de sangue com a grávida em jejum;
  • É dado à mulher 75 g de Dextrosol, que é uma bebida açucarada, no laboratório ou clínica de análises clínicas;
  • Em seguida, é retirada uma amostra de sangue logo após a ingestão do líquido;
  • A grávida deve ficar em repouso por cerca de 2 horas;
  • Depois é feita nova coleta de sangue após 1 hora e depois de 2 horas de espera.
  • Após o exame a mulher pode voltar a alimentar-se normalmente e esperar pelo resultado. Caso o resultado se encontre alterado e exista suspeita de diabetes, o obstetra poderá encaminhar a gestante para um nutricionista para iniciar uma dieta adequada, além de realizar acompanhamento regular para que sejam evitadas complicações para a mãe e para o bebê.

    Resultados do exame da glicose na gravidez

    A partir das coletas de sangue realizadas, são feitas medições para verificar os níveis de açúcar no sangue, sendo os valores normais considerados pela Sociedade Brasileira de Diabetes:

    Tempo após o exameValor ideal de referênciaEm jejumAté 92 mg/dL1 hora após o exameAté 180 mg/dL2 horas após o exameAté 153 mg/dL

    A partir dos resultados obtidos, o médico faz o diagnóstico de diabetes gestacional quando pelo menos um dos valores encontra-se acima do valor ideal.

    Além do exame de TOTG, que é indicado para todas as grávidas, mesmo aquelas que não apresentam sintomas ou fatores de risco para diabetes gestacional, é possível que o diagnóstico seja feito antes da semana 24 por meio do exame de glicemia em jejum. Nesses casos, é considerado diabetes mellitus gestacional quando a glicemia de jejum encontra-se acima de 126 mg/dL, quando a glicemia a qualquer hora do dia é superior a 200 mg/dL ou quando a hemoglobina glicada é superior ou igual a 6,5%. Caso seja verificada qualquer uma desses alterações, é indicada a realização do TOTG para confirmação do diagnóstico.

    É importante que a glicemia seja monitorada durante a gestação para que sejam evitadas complicações para a mãe e para o bebê, além de ser fundamental para que seja estabelecido o melhor tratamento e adequação da alimentação, que deve ser feita com auxílio de um nutricionista. Confira algumas dicas no vídeo a seguir de alimentação na diabetes gestacional:

    Imagem representativa do vídeo

    Author: admin