Dieta HCG: o que é, como funciona e os possíveis riscos

Dieta do HCG: o que é, como funciona e possíveis riscos
Spread the love

A dieta HCG é baseada em um cardápio de calorias muito baixas e sobre o uso diário do hormônio humano gonadotropin (HCG), que é um hormônio produzido naturalmente pela placenta durante a gravidez. Nesta dieta, o uso do hormônio poderia ajudar a inibir a fome e estimular a queima de gordura, sem favorecer a perda de massa muscular.

No entanto, a pesquisa da dieta HCG mostrou que este hormônio parece não ter efeito sobre o apetite nem estimula a queima de gordura.

Como a dieta funciona, o HCG é dividido em 4 fases principais:

Fase 1: Início

Esta fase leva 48h e nela você deve tomar o hormônio. Uma vez por dia, após acompanhamento médico, não há necessidade de alterar a alimentação nesta fase. O ideal durante esta fase é, até, que o alimento é rico em alimentos com muitas calorias e gorduras, como abacates, castanhas, carnes, carnes, carnes, azeite, pizza e fritas.

A intenção desta fase é mostrar ao corpo que já existe gordura suficiente armazenada, e que pode, portanto, iniciar o processo de queima de gordura e emagrecimento.

Fase 2: perda de peso

Nesta fase o uso de HCG se mantém, mas a dieta continua a ser limitada a 500 calorias por dia. Isso significa apenas refeições muito pequenas e leves ao longo do dia, formadas principalmente de chá, legumes, frutas e pequenas porções de carne e ovos.

A fase de perda de peso deve durar um máximo de 40 dias, podendo ser interrompida antes, se a perda de peso atingir o nível desejado. Além disso, é necessário beber pelo menos 2 litros de água por dia para ajudar a eliminar toxinas do corpo e a combater a retenção de fluidos. No total, as mulheres perdem de 8 10 kg por mês.

Dieta do HCG: o que é, como funciona e possíveis riscos

Fase 3: Estabilizar Peso

Ao atingir o peso desejado ou completando 40 dias de dieta, deve-se parar de usar o hormônio HCG e continuar a dieta de 500 kcal por mais 2 dias.

Esta fase é usada para eliminar o hormônio do corpo E a estabilização do peso perdido estimulando o

Fase 4: Peso Manutenção

Esta fase é caracterizada por um retorno a um alimento normal e variado, que procura encontrar o restante, para que não ocorra um novo ganho de peso. Para isso, deve-se voltar a incluir alimentos e aumentar a quantidade de refeições gradativamente, sempre observando mudanças no restante.

Para facilitar o processo, você deve preferir comer alimentos inteiros e ricos em proteínas e gorduras boas, evitando doces, massa frita, rolinhos de pão branco macio e farinha de trigo refinada. A nutrição deve consistir, principalmente, em alimentos como vegetais, frutas, carnes magras, queijos, castanhas, abacates, coco, azeite e amendoim. Alimentos ricos em carboidratos, como batata-doce, batata-inglesa, macaxia e pão integral de grãos, devem ser introduzidos gradualmente e em pequenas quantidades.

Dieta do HCG: o que é, como funciona e possíveis riscos

Exemplo de menu de dieta

A tabela a seguir apresenta um menu de exemplo de três dias da segunda fase da dieta, devido ao consumo de 500 kcal por dia:

<tabela border="1 "cellpadding="1" LancheDia 1Dia 2Dia 3Dia 3Café da manhã1 xícara de suco verde: couve, limão, gengibre e 1 iogurte natural sem skim + 1 g de frango grelhado + 3 g de frango ralado + 3 g de frango ralado + 3 g de col magra + 3 xícara de abobrinha de abobrinha (3) zucchini Bread com queijo cottage

É importante lembrar que o óleo não é permitido para preparar as refeições e que os líquidos liberados são apenas água, café, chá e suco de limão sem açúcar.

Este menu não deve ser usado sem a orientação de um nutricionista, como inclui poucas calorias, que podem ser prejudiciais à saúde, que podem ser prejudiciais à saúde, especialmente de pessoas com outros problemas de saúde relevantes.

Possíveis riscos de dieta

A dieta HCG pode trazer riscos sérios para a saúde, que são conectados especialmente com o uso de HCG e restrição calórica, tais como:

  • Trombose:

    acidente vascular cerebral e pulmonar, o que pode levar à morte?

  • Infertilidade: devido à produção de hormônios associados à reprodução;
  • Riqueza e perda de massa muscular: deve-se ao baixo consumo de alimentos e nutrientes, e podem causar hipoglicemia, e coma.
  • Outro problema é que eles não ensinam a ter uma dieta saudável, para ficar com a cara para Sempre passa por ciclos de peso e perda de peso.

    Além disso, a restrição de alta caloria também limita o consumo de vitaminas e minerais, unhas fracas, fraqueza geral, letargia e má existência.

    Quem não deve fazer a dieta é muito limitado em calorias e por isso não deve ser feito por pessoas com qualquer tipo de doença, especialmente sem escolta médica, incluindo doenças como diabetes, hipertensão, anemia e Depressão.

    O ideal é sempre acompanhar a alimentação com um nutricionista, uma vez que é a maneira mais segura e mais saudável de perder peso da maneira correta.

    Como incorporar o peso da maneira correta.

    Para pautar sua saúde

    Para emagilar a saúde, deve-se manter uma dieta balanceada e consistir principalmente em ingredientes naturais e alimentares, como carnes, queijos, ovos, frutas, arroz, arroz integral, sementes e azeite de oliva.

    Além disso, é importante Reduzir o consumo de alimentos industrializados ricos em gorduras artificiais, como linguiças artificiais, como salsichas, salsichas, mordidas e margarina, ricas em alimentos açucarados, como sucos preparados, doces, biscoitos e refrigerantes, além de alimentos ricos em sal, como especiarias em cubos, sopas preparadas e alimentos congelados prontos. Veja menu completo para emagar saudável.

    Author: admin