Anorgasmia: o que é e como curar esse transtorno

Anorgasmia: o que é e como tratar esse transtorno
Spread the love

anorgasmia é uma doença que causa dificuldade ou incapacidade ao orgasmo. Isto é, a pessoa não é capaz de sentir o ponto máximo de prazer durante um encontro sexual, mesmo que haja uma tensão e estimulação sexual considerada normal, e continua a ter uma diminuição do desejo sexual devido à decepção.

Este problema afeta principalmente as mulheres, e pode ser causado por fatores físicos ou psicológicos, como ansiedade e depressão e / ou uso de drogas ou certos medicamentos, que impedem a sensação de prazer que caracteriza o orgasmo, podendo causar desconforto e dor.

Sintomas principais

O principal sintoma da anorgasmia é a ausência de orgasmo mesmo quando há estimulação adequada durante a relação sexual. Além disso, sintomas de dor nos testículos, no caso dos homens, ou dor no abdômen inferior ou na área anal, em mulheres, o que pode criar uma aversão a relações sexuais.

A Anomalia pode ser causada pelo envelhecimento, a partir de problemas naturais devido a doenças que afetam a área reprodutiva do corpo, como diabetes e esclerose múltipla, devido a intervenções ginecológicas como a histerectomia, uso de medicamentos para controlar a pressão alta, depressão ou alergias ou do uso excessivo de álcool e cigarro.

Além disso, este problema também pode surgir da psicologia das pressões, religiosos questões, problemas pessoais, histórico de abuso sexual, culpa por uma sensação de prazer com o sexo ou devido a problemas com o sexo ou devido a problemas com o parceiro.

Anorgasmia tipos

Existem 4 tipos de anorgasmia, como mostrado abaixo:

    Principal: o paciente nunca teve a experiência do orgasmo;

    o paciente é usado para a sensação de orgasmos, mas parou de ter.

  • Declarações: O Orgasmo não é tomado apenas em alguns casos, como durante a vagina atrial ou com um parceiro designado, mas o prazer geralmente ocorre durante a masturbação ou o sexo oral, por exemplo,
  • Generalizado: incapacidade de sentir o orgasmo em qualquer condição.

Assim, o diagnóstico é feito pelo médico com base na história clínica e sexual do paciente, e na avaliação física para determinar a presença de deterioração nos genitais.

Opções de tratamento

H Tratamento da anorgasmia deve ser orientado por urologista ou ginecologista e geralmente é feito por mudanças de estilo de vida, tratamento psicológico, terapia sexual e uso de certos medicamentos:

1. Mudando estilos de vida

Alguém deve procurar conhecer melhor o corpo através do apetite sexual, o que pode ser feito através da masturbação, uso de vibradores e acessórios sexuais que aumentam o prazer durante o contato íntimo.

Além disso, pode-se usar novos lugares e fantasias sexuais que estimulem os sentidos da prosperidade e do prazer.

2.

Além disso, a psicoterapia também ajuda a avaliar problemas de infância ou eventos na vida que afetam a percepção do prazer no sexo, como a supressão de pais, crenças religiosas ou traumas provocados por abuso sexual, por exemplo. O tratamento também pode ajudar a lidar com problemas atuais que podem causar ansiedade e ansiedade, que são fatores que são refletidos em contato próximo.

3. Uso de drogas

O uso de drogas é indicado para o controle de doenças que podem causar redução do prazer sexual, como diabetes e esclerose múltipla.

O médico também pode indicar pílulas na forma de pílulas ou cremes contendo hormônios sexuais para estimular os órgãos reprodutivos, especialmente em mulheres após a menopausa. No entanto, é importante que o indivíduo saiba que não há medicação específica para o tratamento da orgasmia.

Author: admin