• ter. maio 17th, 2022

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Anemia na gravidez: sintomas, possíveis riscos e como é o tratamento

Byadmin

ago 29, 2021
Anemia na gravidez: sintomas, possíveis riscos e como é o tratamento
Spread the love

A anemia durante a gravidez é normal, principalmente entre o segundo e o terceiro trimestre de gestação, pois há uma redução da quantidade de hemoglobina no sangue e um aumento das necessidades de ferro, o que pode resultar em riscos para mãe e para o bebê, como fraqueza, parto prematuro e atraso no crescimento, por exemplo.

Assim, é importante que a mulher seja acompanhada pelo ginecologista e obstetra regularmente, principalmente se tiver sintomas de anemia, para que o tratamento possa ser iniciado caso haja necessidade. Normalmente o tratamento para anemia na gravidez é feito com aumento da ingestão de alimentos ricos em ferro e ácido fólico, como carnes, bife de fígado e vegetais verdes escuros, além de medicamentos com suplementação de ferro.

Anemia na gravidez: sintomas, possíveis riscos e como é o tratamento

Sintomas da anemia na gravidez

Os sintomas de anemia na gravidez são pouco específicos e podem ser confundidos com os sintomas da própria gravidez. Os principais sinais de anemia durante a gestação são:

  • Cansaço;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Dor nas pernas;
  • Falta de apetite;
  • Pele pálida;
  • Olhos descorados.

Além disso, outros sintomas como queda de cabelo também podem aparecer, no entanto são mais comuns nos casos de anemia grave. É importante que assim que surgirem sinais e sintomas de anemia durante a gravidez, o médico seja consultado, pois assim é possível confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento, prevenindo o desenvolvimento de complicações.

Teste de sintomas

Se acha que pode estar com anemia, assinale no teste a seguir os sintomas que possui:

  • 1. Falta de energia e cansaço excessivo Não Sim
  • 2. Pele pálida Não Sim
  • 3. Falta de disposição e baixa produtividade Não Sim
  • 4. Dor de cabeça constante Não Sim
  • 5. Irritabilidade fácil Não Sim
  • 6. Vontade inexplicável de comer algo estranho como tijolo ou barro Não Sim
  • 7. Perda de memória ou dificuldade para se concentrar Não Sim
  • Imagem que indica que o site está carregando

    O diagnóstico da anemia na gravidez é feito através dos exames de sangue obrigatórios durante o pré-natal, que avaliam a quantidade de hemoglobina e de ferritina presentes no sangue. Valores menores que 11 g/dL da hemoglobina são indicadores de anemia, sendo importante que o tratamento seja iniciado o mais rápido possível para prevenir complicações.

    Riscos da anemia na gravidez

    A anemia durante a gravidez traz riscos principalmente para a mulher, já que fica mais fraca e tem maior chance de desenvolver infecções pós parto. No caso de anemias muito graves e que não foram identificadas ou tratadas corretamente, o desenvolvimento do bebê também pode ser comprometido, podendo haver baixo peso ao nascer, dificuldade de crescimento, partos prematuros e aborto, por exemplo.

    Essas complicações podem ser facilmente evitadas quando o tratamento é feito de acordo com as orientações médicas.

    Como é feito o tratamento

    O tratamento para anemia na gravidez deve ser feito de acordo com a orientação do ginecologista, podendo ser indicado pelo médico melhora dos hábitos alimentares ou uso de suplementos, por exemplo, pois assim é possível aumentar os níveis de ferro no organismo e, consequentemente, de hemoglobina, combatendo os sintomas da anemia.

    1. O que comer

    Para tratar a anemia na gravidez recomenda-se a ingestão de alimentos ricos em ferro e ácido fólico como carnes, bife de fígado, feijão, espinafre, lentilha e couve, pois assim é possível repor os níveis de ferro no organismo, o que influencia diretamente na quantidade de hemoglobina circulante.

    Além disso, para aumentar a disponibilidade de ferro presente nos alimentos, é recomendado tomar suco ou comer uma fruta cítrica junto à refeição, como laranja, limão, abacaxi ou tangerina. Veja mais alimentos ricos em ferro.

    2. Uso de suplementos

    Além da alimentação, o médico obstetra também pode prescrever a suplementação diária de ferro, sendo o sulfato ferroso líquido ou em comprimido o suplemento mais utilizado.

    Esses suplementos de ferro podem causar efeitos colaterais como diarreia, constipação, náuseas e azia, e nas mulheres em que esses sintomas são muito fortes pode-se optar por injeções diárias de ferro. No entanto, essas injeções são dolorosas e podem causar manchas na pele.

    Veja mais detalhes sobre o tratamento da anemia no vídeo a seguir:

    Imagem representativa do vídeo