7 grandes transtornos nutricionais

7 principais transtornos alimentares
Spread the love

Os Transtornos nutricionais são caracterizados por alterações no modo de alimentação, geralmente devido à preocupação excessiva com o peso e a aparência do corpo. Eles podem ter características como se passarem várias horas sem se alimentar, fazendo uso frequente de laxantes e evitando sair para comer em locais públicos.

Os transtornos nutricionais podem trazer graves consequências para a saúde, como problemas renais, coração e até mesmo a morte. Geralmente, elas ocorrem com mais frequência nas mulheres, especialmente durante a puberdade, e muitas vezes são associadas a problemas como estresse, depressão e uso de drogas.

1. Anorexia

anorexia ou anorexia nervosa é um distúrbio no qual o rosto vê seu corpo sempre acima do peso, mesmo que seja claramente passível de peso ou desnutrido. Há um medo intenso de ganhar peso e uma obsessão de emagrece, é a principal característica de rejeitar todo tipo de alimento.

Sintomas importantes: Olhar no espelho e sentir-se gorda, não comer para não engordar, medir as calorias da refeição antes de comer, evitar comer ao público, fazer um excesso de exercício para enfraquecer e obter as drogas para emagrece.

Tratamento: a base do tratamento da anorexiapsicoterapia, que ajudará a melhorar o comportamento em relação à alimentação e ao próprio corpo, podendo ser necessário o uso de medicações contra a ansiedade e a depressão. Além disso, deve haver um monitoramento nutricional para a alimentação saudável e o uso de suplementos alimentares para suprimir a deficiência nutricional do organismo.

2. Bulimia

A Bulimia é caracterizada por episódios frequentes de coerção alimentar, em que há consumo de grandes quantidades de alimentos, seguido de comportamentos compensatórios como a coerção de emese, o uso de laxantes ou diuréticos, o uso de laxantes ou diuréticos, o uso de alimentos e o excesso de exercícios para tentar controlar o peso.

Sintomas importantes: inflamação crônica na garganta, regurgitação gástrica, cárie e sensibilidade dos dentes, pratica muita atividade física, consumo de grandes quantidades ocultas, desidratação e problemas Gastrointestinais.

Tratamento: também foi realizado por acompanhamento psicológico no comportamento reverso em relação à dieta e monitoramento nutricional, de modo que haja diretrizes sobre a adequação da dieta e do equilíbrio nutricional. Além disso, pode exigir o uso de medicações para ansiedade e vômito de controle. Veja mais sobre o tratamento de bulimia.

3. Compulsão alimentar

A principal característica da compulsão alimentar é muitas vezes episódios de comer demais, mesmo quando ninguém está com fome. Há uma perda de controle sobre o que comer, mas não há comportamentos compensatórios como vômito ou uso laxante.

Sintomas importantes: come-se demais mesmo quando você não está com fome, dificuldade em parar para comer, comer muito rápido, consumir alimentos estranhos como arroz cru ou feijão, excesso de peso.

Tratamento: você precisa fazer um acompanhamento psicológico para te ajudar a determinar as causas dos episódios compulsivos e o controle de colheita de alimentos. Também muitas vezes requer monitoramento nutricional para controlar o peso e os potenciais problemas de saúde resultantes do transtorno, como colesterol alto e gordura do fígado.

4. Orthorexia

Ortorexia é a preocupação excessiva com o que comer, o que leva a uma obsessão de comer sempre adequadamente, com alimentação saudável e controle extremo de calorias e qualidade.

Principais sintomas: estudar muito sobre alimentação saudável, evitar alimentos processados ou ricos em gorduras ou açúcar, evitar comer de casa, sempre comer produtos orgânicos, planeja rigorosamente as refeições.

Tratamento: inclui acompanhamento médico e psicológico, a fim de melhorar a relação com a comida e mostrar o paciente que pode ser saudável mesmo sem restringir os dois sua comida. Veja mais detalhes sobre ortorexia.

7 principais transtornos alimentares

5.

sintomas: cansaço excessivo, irritabilidade, uso excessivo de suplementos alimentares, prática de atividade física em exaustão, preocupação excessiva com dieta, insônia e dor muscular.

Terapia: é feito com a psicoterapia, a fim de fazer com que a pessoa aceite seu corpo e aumente sua autoestima, além do acompanhamento nutricional em relação ao uso de suplementos e prescrever ração apropriada para exercícios.

6. Síndrome de Gourmet

Síndrome de Gourmet é um distúrbio raro caracterizado por uma preocupação excessiva com a preparação do alimento, ao adquirir os ingredientes no formulário será servido na chapa.

Principais sintomas: consumo frequente de pratos exóticos ou especiais, preocupação excessiva com a qualidade dos ingredientes comprados, passar muito tempo na cozinha, ter muito cuidado ao preparar alimentos, sempre servir pratos bem decorados.

Tratamento: é feito principalmente com a psicoterapia, mas Quando a síndrome leva ao excesso de peso, também é necessário que follow up com um nutricionista.

7. Transtorno alimentar noturno

O distúrbio alimentar noturno, também conhecido como síndrome da alimentação noturna, é caracterizado pela falta de apetite durante o café da manhã, compensado por uma grande ingestão de alimentos durante a madrugada, acompanhado de insônia.

Principais sintomas: acordar à noite para comer, não se sentir com fome ou comer um pouco durante o dia, nem sempre se lembra de comer demais durante a noite, estar acima do peso.

Tratamento: é feito com psicoterapia e uso de medicamentos para ajuste do sono e, quando necessário, antidepressivos. Veja dicas de Como verificar o desejo de comer ao amanhecer.

É importante lembrar que durante o tratamento de qualquer distúrbio dietético é necessário ter o apoio da família para que o paciente compreenda sua condição e coopera para superar o problema. Se possível, todos em casa devem tentar ter hábitos de vida saudáveis, como uma alimentação balanceada e atividade física regular.

Author: admin