4 testes para confirmar HPV

4 exames que confirmam o HPV
Spread the love

A melhor maneira de saber se uma pessoa tem HPV é através de testes diagnósticos que incluem observação de warts, papanicolau, peniscopia, concepção híbrida, colposcopia ou exame sorológico, que podem ser solicitados pelo ginecologista, no caso de uma mulher, ou um urologista, no caso do homem.

Quando o resultado do exame para detecção do vírus HPV é positivo, isso significa que o indivíduo tem o vírus, mas não necessariamente apresenta sintomas ou aumento do risco de câncer, podendo não ser necessário realizar o tratamento. Quando o exame de HPV é negativo, significa que a pessoa não está infectada pelo HPV Humano.

1. Avaliação clínica

O diagnóstico inicial de HPV é feito pelo lead, ginecologista ou urologista por meio da observação da área genital para detectar a presença de lesões ou verrugados indicativos de infecção pelo HPV.

No caso dos humanos, o médico ainda pode realizar a peniscopia, que é um exame em que o médico utiliza um dispositivo de lupa, para procurar lesões leves no pênis que podem ser indicativos de presença de HPV. Em caso de suspeita, há um pequeno arranhão do local e o material é enviado para análise em laboratório. Entenda como funciona o teste de peniscopia.

2. Papanicolau e colposcopia

O papanicolau e a colposcopia são exames preventivos padrão para as mulheres e visam determinar alterações na área externa e interna do órgão genital que podem ser indicativos de infecções ou câncer de colo de útero, por exemplo. 

O papanicolau consiste em fazer uma raspagem do colo do útero, com a ajuda de um instrumento semelhante a uma cotoneta, e o material é enviado para o laboratório para análise. Apesar de ser um exame fundamental para a avaliação da saúde da mulher, o papanicolau não é suficiente para o diagnóstico de câncer de colo de útero, por exemplo, e nem determina os subtipos do vírus HPV.

Assim, o exame de colposcopia também pode ser realizado, em que um contraste com o colo do útero é aplicado para detectar lesões que não são visíveis a olho nu e a retirada de uma porção dessa falha, de modo que as células do local possam ser observadas em mais detalhes. Geralmente tal exame é indicado quando há visualização de células modificadas no microscópio, sendo então possível recomendar a infecção a partir do HPV.

4 exames que confirmam o HPV

3. Somologia para HPV

Os testes de sorologia geralmente são necessários para a detecção de anticorpos circulantes para o corpo a partir do vírus HPV, e o efeito pode ser indicativo da infecção ativa pelo vírus ou é apenas uma consequência da vacinação.

Apesar da baixa sensibilidade deste teste, a terminologia para HPV é sempre recomendada pelo médico na pesquisa de infecção a partir deste vírus. O resultado do exame pode avaliar a necessidade de outros exames.

4. Concepção híbrida

Conceição híbrida é um teste molecular mais específico para a identificação de HPV, pois é capaz de determinar a presença do vírus no corpo, mesmo que não haja sinais e sintomas evidentes da doença.

Este ensaio consiste na retirada de pequenas amostras das paredes da vagina e do útero cervical, que são enviadas para o laboratório, de modo a ser analisada com a finalidade de determinar o material genético do vírus na célula.

O exame híbrido ocorre principalmente quando as alterações são verificadas no exame do vírus. E / ou exame de colposcopia. Consulte mais detalhes sobre a varredura de captura híbrida e como ele é feito.

Como forma de completar testes de prisão híbrida, o PCR também pode ser realizado em tempo real (reação em cadeia), já que através deste teste é possível verificar a quantidade de vírus no corpo, para que o médico possa verificar a gravidade da infecção e, assim, indicar o tratamento mais adequado para reduzir o risco de complicações, como o câncer Cervical do útero. Entenda como tratar o HPV.

Assista ao vídeo abaixo e veja o que é e como lidar com esta doença:

Imagem representativa do vídeo

Author: admin