• qui. set 23rd, 2021

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Remédios que podem diminuir o desejo sexual

Byadmin

set 8, 2021
Remédios que podem diminuir o desejo sexual

Alguns remédios como os antidepressivos ou os anti-hipertensivos, por exemplo, podem diminuir a libido por afetarem a parte do sistema nervoso responsável pela libido ou diminuírem os níveis de testosterona no organismo.

Nestes casos, é recomendado consultar o médico que prescreveu o remédio que pode estar interferindo na libido para ver se é possível reduzir a dose ou trocar por outro remédio que não tenha esse efeito colateral. Outra alternativa, quando possível, é mudar o tratamento, fazendo cirurgia.

Remédios que podem diminuir o desejo sexual

Lista de remédios que podem diminuir a libido

Alguns remédios que podem diminuir a libido incluem:

Classe dos remédiosExemplosPorque diminuem a libidoAntidepressivosClomipramina, Lexapro, Fluoxetina, Sertralina e ParoxetinaAumentam os níveis de serotonina, um hormônio que aumenta o bem-estar, mas que diminui o desejo, a ejaculação e o orgasmoAnti-hipertensivos como beta bloqueadoresPropranolol, Atenolol, Carvedilol, Metoprolol e Nebivolol​Afetam o sistema nervoso e a área do cérebro responsável pela libidoDiuréticosFurosemida, Hidroclorotiazida, Indapamida e EspironolactonaReduzem o fluxo de sangue para o pênis

Pílulas anticoncepcionais

Selene, Yaz, Ciclo 21, Diane 35, Gynera e YasminDiminuem os níveis de hormônios sexuais, incluindo a testosterona, diminuindo a libidoMedicamentos para a próstata e queda de cabeloFinasteridaDiminuem os níveis de testosterona, diminuindo a libidoAnti-histamínicosDifenidramina e DifenidrinAfetam a parte do sistema nervoso responsável pela excitação sexual e orgasmo, podendo também causar secura vaginalOpioidesVicodin, Oxycontin, Dimorf e MetadonDiminuem a testosterona, podendo diminuir a libido

Além dos remédios, a diminuição da libido pode ocorrer devido a outras causas como hipotireoidismo, redução dos níveis de hormônios no sangue como ocorre na menopausa ou andropausa, depressão, estresse, problemas com a imagem corporal ou ciclo menstrual. Saiba identificar e curar o distúrbio da excitação feminina.

O que fazer

Em casos de diminuição da libido, é importante identificar a causa para que seja iniciado o tratamento e o desejo sexual restabelecido. No caso da diminuição da libido ser consequência do uso de medicamentos, é importante consultar o médico que indicou o medicamento para que seja feita a substituição por outro que não tenha o mesmo efeito colateral ou para que a dose seja alterada.

No caso da diminuição de libido acontecer devido a outras situações, é importante tentar identificar a causa, de preferência com ajuda de um psicólogo, para que seja iniciado o tratamento adequado. Saiba o que fazer para aumentar a libido.

Assista o vídeo seguinte e veja quais as dicas que podem ajudar a melhorar o contacto íntimo:

Imagem representativa do vídeo