• qui. set 23rd, 2021

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

O que comer durante a gastroenterite

Byadmin

set 8, 2021
O que comer durante a gastroenterite

A gastroenterite é uma infecção intestinal que normalmente é causada pelo consumo de alimentos contaminados, provocando sintomas como dor abdominal, diarreia e vômitos, além de febre e dor de cabeça nos casos mais graves. Por causar vômitos e diarreia, é muito importante que se aumente o consumo de água durante o dia, para evitar uma possível desidratação.

Os alimentos na dieta de alguém com gastroenterite devem ter baixo conteúdo de fibras e, por isso, é aconselhado que os vegetais sejam consumidos preferencialmente cozinhados e as frutas sem casca. Além disso, deve evitar-se a ingestão de alimentos que podem causar irritação do intestino como o café ou a pimenta, devendo preparar-se as comidas da forma mais simples possível.

O que comer durante a gastroenterite

Alimentos permitidos

Durante a gastroenterite, é recomendado consumir alimentos de fácil digestão para deixar o estômago e o intestino descansarem para acelerar a recuperação da doença, como por exemplo:

  • Frutas cozinhadas como maçã e pera sem casca, banana verde, pêssego ou goiaba;
  • Vegetais cozinhados ao vapor e sem casca, como cenoura, abobrinha, berinjela ou abóbora;
  • Cereais não integrais, como arroz branco, macarrão branco, farofa, tapioca;
  • Batata cozida e purê de batata;
  • Gelatina;
  • Iogurte natural e queijo branco, como requeijão ou ricotta;
  • Carnes com pouca gordura, como frango ou peru sem pele, peixes brancos;
  • Sopas de vegetais e verduras coadas;
  • Chás calmantes como camomila e cidreira, com gengibre.

Pode ser recomendado também consumir probióticos e beber bastantes líquidos para manter a hidratação e repor a água perdida na diarreia ou nos vômitos. Além da água pura, pode-se utilizar chás e soro caseiro que deve ser tomado após cada ida ao banheiro. 

Confira no vídeo a seguir como preparar o soro caseiro:

Imagem representativa do vídeo

Como se manter hidratado

Devido aos vômitos e diarreia intensos, a gastroenterite pode causar desidratação severa, principalmente nos bebês e crianças. Assim, é importante ficar atento a possíveis sinais de desidratação como diminuição da frequência para urinar, choro sem lágrimas, lábios secos, irritabilidade e sonolência, por exemplo. 

Para repor os líquidos perdidos através da diarreia e dos vômitos deve-se ingerir água, água de coco, sopas ou chás. Além disso, para repor os minerais perdidos deve-se dar soro caseiro ou sais de re-hidratação oral, que se pode comprar na farmácia.

No caso de crianças, deve-se dar a quantidade de soro ou sais de re-hidratação que tenham vontade de beber logo após a evacuação, já que o corpo produzirá a sensação de sede para repor a água que perdeu. Mesmo que a criança não pareça estar desidratada, deve-se, pelo menos, oferecer 1/4 a 1/2 xícara de soro, quando tem menos de 2 anos, ou 1/2 a 1 xícara, se tiver mais de 2 anos, após cada evacuação.

Se existirem vômitos, deve-se começar a re-hidratação com pouca quantidade, oferecendo 1 colher (de chá) de soro a cada 10 minutos, em bebês pequenos, ou 1 a 2 colheres (de chá) a cada 2 a 5 minutos, para crianças maiores. A quantidade oferecida pode ser aumentada gradualmente a cada 15 minutos, garantindo que a criança consegue tolerar bem, sem vomitar.

Já nos adultos, para repor a quantidade de líquidos, deve-se beber a mesma quantidade de soro de acordo com o que é perdido nas fezes ou vômitos.

Veja no vídeo a seguir outros conselhos que ajudam a tratar a diarreia:

Imagem representativa do vídeo

Alimentos que devem ser evitados

Os alimentos proibidos durante a gastroenterite são aqueles de difícil digestão e que estimulam uma maior movimentação no estômago e no intestino, como:

  • Café e outros alimentos com cafeína, como refrigerantes de cola, chocolate e chás verde, preto e mate;
  • Frituras, pois o excesso de gordura pode causar diarreia;
  • Alimentos que produzem gases, como feijão, lentilha, ovo e repolho;
  • Vegetais crus e folhosos, pois são ricos em fibras que podem causar inchaço abdominal e diarreia;
  • Alimentos ricos em fibras, como pão, macarrão ou biscoito integral;
  • Frutas laxantes, como mamão, ameixa, abacate e figo;
  • Sementes como chia e linhaça, pois aceleram o trânsito intestinal;
  • Oleaginosas, como castanha, amendoim e nozes, pois são ricas em gordura e podem causar diarreia;
  • Carnes processadas e ricas em gordura, como salsicha, linguiça, presunto, mortadela e bacon.
  • Peixe azul, como salmão, sardinhas ou truta;
  • Produtos lácteos, como queijos, leite, manteiga, leite condensado, creme de leite ou margarina.

Além disso, deve-se evitar molhos picantes, molhos industrializados, bechamel ou maionese, pimenta, assim como comidas rápidas ou congeladas.

Cardápio da dieta para gastroenterite

A tabela a seguir trás o exemplo de um cardápio de 3 dias para tratar a crise de gastroenterite:

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3Café da Manhã1 copo de suco de goiaba + 3 torradas com geleiachá de camomila e gengibre + 1 tapioca pequena com banana cozida1 iogurte natural + 1 fatia de pão com queijo brancoLanche da manhã1 maçã cozida1 copo de suco de laranja coado1 banana amassada com 1 colher de aveiaAlmoço/Jantarsopa de frango desfiado com batata e cenourapurê de batata com carne moídaarroz branco bem cozido com frango e legumes cozidosLanche da Tardechá de casca de laranja ou camomila + 1 fatia de pão branco1 banana + 3 torradas com requeijão. Uma maçã sem casca ou purê me maçã1 copo de suco de maçã + 1 5 bolachas de água e sal

Além de ter cuidado na alimentação, também pode ser necessário o uso de medicamentos probióticos para repor a flora intestinal e acelerar a recuperação do intestino.