• sáb. nov 27th, 2021

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Íleo paralítico: o que é, sintomas, causas e tratamento

Byadmin

set 7, 2021
Íleo paralítico: o que é, sintomas, causas e tratamento

O íleo paralítico é uma situação em que há perda temporária do movimento do intestino, o que acontece principalmente após cirurgias na região abdominal que tenham envolvido o intestino, resultando no desenvolvimento de alguns sintomas como prisão de ventre, perda de apetite, náuseas e vômitos, por exemplo.

Apesar de ser frequentemente associados com cirurgias abdominais, o íleo paralítico também pode acontecer devido à presença de hérnias inguinais ou uso de alguns medicamentos, sendo importante que a causa seja identificada para que o tratamento mais adequado seja iniciado para prevenir o desenvolvimento de complicações.

Possíveis causas

O íleo paralítico está na maioria das vezes relacionados com cirurgias abdominais devido à formação de tecido fibroso, no entanto outras situações que podem favorecer o desenvolvimento do íleo paralítico são:

  • Câncer no intestino;
  • Doenças inflamatórias do intestino, como doença de Crohn;
  • Diverticulite;
  • Torção do cólon;
  • Hérnias inguinais;
  • Doença de Parkinson.

Além disso, o íleo paralítico pode acontecer como consequência do uso de alguns medicamentos como narcóticos, como hidromorfona, morfina ou oxicodona e ou de antidepressivos tricíclicos, como a amitriptilina e a imipramina.

É importante que o íleo paralítico seja identificado e o tratamento iniciado logo em seguido, pois assim é possível prevenir complicações como sepse, que corresponde à infecção generalizada causada por bactérias intestinais que não devidamente eliminadas, ou obstrução intestinal, que pode trazer diversas consequências para a saúde. Confira o que é consequências da obstrução intestinal.

Sintomas de íleo paralítico

Os sintomas de íleo paralítico estão relacionados com a diminuição dos movimentos intestinais, podendo ser notada dor abdominal, perda do apetite, prisão de ventre, inchaço do abdômen, enfartamento, enjoo e vômitos. 

Em casos mais graves, podem ocorrer complicações como necrose celular do intestino devido à diminuição de sangue no local ou perfuração do intestino, em casos mais raros, que pode causar uma infecção chamada de peritonite, que ocorre devido ao aumento da proliferação de bactérias intestinais e que pode aumentar o risco de infecção generalizada.

Íleo paralítico: o que é, sintomas, causas e tratamento

Como é feito o tratamento

O tratamento do íleo paralítico tem como objetivo tratar a causa da alteração e promover o alívio dos sintomas. Em alguns casos, a situação pode ser resolvida sem que seja necessário realizar qualquer tratamento, sendo apenas necessário estabilizar a pessoa através da administração de fluidos pela veia, inserção de uma sonda nasogástrica para aspirar o ar e o líquido, o que vai ajudar a aliviar o inchaço abdominal. No entanto, caso não haja melhoras, o médico deve optar por outro tratamento de forma a evitar que ocorra uma obstrução intestinal.

Caso seja um medicamento que esteja na origem do problema, o médico pode suspender a toma desse medicamento, ou prescrever um remédio que estimule o trânsito intestinal, como é o caso da metoclopramida ou da domperidona.

No caso da obstrução seja parcial, ou seja, caso alguma comida e fluidos continuem a ser transportados pelo intestino, apenas é necessário estabilizar a pessoa e fazer uma dieta pobre em fibras, podendo também ser prescrito um remédio para acelerar o trânsito intestinal.

Em casos de obstrução total, ou caso o tratamento para a obstrução parcial não resulte, pode ser necessário recorrer a cirurgia para aliviar essa obstrução, remover uma porção do intestino ou mesmo remover todo o intestino. Nos casos em que é removido todo o intestino, é necessário fazer uma ostomia, que consiste na criação de um canal que liga o intestino a uma espécie de saco, através de uma abertura no abdômen, por onde são eliminadas as fezes.