• ter. out 19th, 2021

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Durateston: o que é, para que serve e efeitos colaterais

Byadmin

set 6, 2021
Durateston: o que é, para que serve e efeitos colaterais

Durateston é um remédio indicado no tratamento de reposição de testosterona em homens com condições associadas com hipogonadismo primário e secundário, tanto congênito quanto adquirido, melhorando os sintomas causados pela insuficiência de testosterona.

Este medicamento está disponível em farmácias em forma de injeção, que tem na sua composição vários esteres de testosterona, com diferentes velocidades de ação, o que lhe permite ter uma ação imediata e prolongada por 3 semanas. A injeção deve ser administrada por um profissional de saúde.

Para que serve

O Durateston está indicado como terapia de reposição da testosterona, em distúrbios hipogonadais no homem, como os seguintes:

  • Após a castração química;
  • Eunucoidismo, uma condição que se caracteriza pela ausência de características sexuais masculinas, mesmo na presença de órgãos sexuais;
  • Hipopituitarismo;
  • Impotência endócrina;
  • Sintomas do climatério masculino, tal como diminuição do desejo sexual e diminuição da atividade mental e física;
  • Certos tipos de infertilidade relacionada com distúrbios da espermatogênese.

Além disso, o tratamento com testosterona pode ser indicado em pessoas com osteoporose causada pela deficiência de andrógenos.

Saiba mais causas da diminuição da testosterona.

Como usar

Normalmente, o médico indica uma injeção de 1 mL, que deve ser administrada de 3 em 3 semanas, por um profissional de saúde, no músculo da nádega ou braço.

Quem não deve usar

O Durateston está contraindicado para pessoas com hipersensibilidade aos componentes presentes na fórmula.

Além disso, este medicamento está contraindicado para mulheres grávidas ou mulheres que estão amamentando e para menores de 3 anos. Também não deve ser usado em casos de tumor de próstata ou mama.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento com Durateston são priapismo e outros sinais de estimulação sexual excessiva, oligospermia e diminuição do volume ejaculatório e retenção de líquidos.

Além disso, em meninos que se encontram na fase de pré puberdade, pode-se verificar o desenvolvimento sexual precoce, um aumento na frequência de ereção, aumento fálico e a soldadura prematura da epífise.