• ter. out 19th, 2021

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Tendinite da pata de ganso: o que é, sintomas, causas e tratamento

Byadmin

set 4, 2021
Tendinite da pata de ganso: o que é, sintomas, causas e tratamento

A tendinite na pata de ganso, também chamada de tendinite anserina, é uma inflamação na região do joelho, que é composta por três tendões responsáveis pelo movimento de flexão do joelho e fica próximo à bursa anserina, que é uma bolsa com líquido que funciona como um amortecedor de impacto no joelho, causando dor e dificuldade para movimentar o joelho.

Este tipo de tendinite acontece, principalmente, em mulheres que estão acima do peso e pode surgir devido outros problemas de saúde como diabetes, pés chatos, deformidades do joelho, traumas ou excesso de atividade física que exige esforço no joelho. 

O tratamento para tendinite da pata de ganso é indicada por um fisioterapeuta ou médico ortopedista após a realização de exames, que pode ser ultrassom ou ressonância magnética, e consiste em repouso, aplicação de gelo na região do joelho, fisioterapia, acupuntura e uso de medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos, para reduzir a inflamação e aliviar a dor.

Principais sintomas

A tendinite na pata de ganso é uma inflamação que atinge os nervos do joelho e provoca sintomas como:

  • Dor na face interna do joelho;
  • Dificuldade para subir ou descer escadas;
  • Sensibilidade ao apalpar a região do joelho;
  • Dor latejante no joelho ao sentar.

Em alguns casos, a região lateral do joelho pode ficar inchada, mas isto não é muito comum neste tipo de tendinite. As pessoas com tendinite na pata de ganso podem sentir fisgadas ao caminhar que tendem a piorar no período noturno e no clima frio, podendo afetar a qualidade do sono e gerar ansiedade. 

A dor provocada por este tipo de tendinite costuma ser intensa e prejudica o desenvolvimento de atividades do dia-a-dia, sendo recomendado consultar com ortopedista que poderá solicitar exames, como ultrassom ou ressonância magnética, para confirmar o diagnóstico e recomendar o tratamento mais apropriado.

Além disso, consultar o médico é importante pois esses sintomas podem indicar outras alterações, como a lesão no menisco. Confira mais o que é lesão no menisco e como tratar.

Possíveis causas

A tendinite pata de ganso é uma doença que atinge mais frequentemente mulheres que estão acima do peso e pessoas que têm diabetes, osteoartrite e artrite reumatoide sendo que as principais causas podem ser:

  • Atividades físicas que exigem esforço do joelho, como corrida e maratona de longas distâncias;
  • Pés chatos ou planos;
  • Trauma no joelho;
  • Compressão dos nervos dos tendões do joelho;
  • Retração da musculatura posterior da coxa;
  • Lesão do menisco medial.

Este tipo de inflamação no joelho é mais comum em mulheres pelo fato de que, em geral, possuem a pelve mais larga e, consequentemente, têm uma angulação maior do joelho fazendo com que ocorra maior pressão sobre a região dos tendões que formam a pata de ganso.

Como é feito tratamento

O tratamento para tendinite na pata de ganso, é muito parecido com o tratamento da bursite no joelho, sendo indicado pelo fisioterapeuta ou ortopedista e pode ser feito através de:

1. Repouso

O repouso é um passo muito importante na recuperação deste tipo de tendinite, pois evita a movimentação do joelho e, consequentemente, ajuda os nervos da pata de ganso a se recuperarem. Neste tipo de lesão, é importante a pessoa ficar deitada, com a perna esticada e ao dormir, deve-se utilizar uma almofada ou travesseiro entre as coxas.

Durante o repouso pode-se fazer as atividades habituais do dia-a-dia, entretanto, é necessário evitar subir e descer escadas, fazer agachamento, correr, andar longas distâncias e ficar muito tempo sentado com joelho dobrado.

2. Crioterapia

A crioterapia trata-se da aplicação de gelo no local da lesão e pode ser usada no tratamento da tendinite na pata de ganso, pois diminui a dor, ajuda a reduzir o inchaço e a inflamação do joelho e deve ser usada através de bolsas de gel, que são congeladas no freezer, sacos ou compressas que se coloca o gelo, por um período de 20 minutos a cada 2 horas.

Ao colocar a compressa de gelo no joelho é necessário proteger a pele antes, com um pano ou uma toalha de rosto, pois o gelo em contato com a pele pode provocar vermelhidão, irritação e até queimaduras. Conheça mais sobre a crioterapia.

3. Medicamentos

Alguns medicamentos podem ser indicados para tratar este tipo de tendinite como os anti-inflamatórios, que ajudam a diminuir o processo inflamatório da região da pata de ganso. Em alguns casos, o médico pode recomendar o uso de corticoide oral, que deve ser tomado pelo período indicado, mesmo que a dor melhore.

Algumas plantas e extratos naturais têm ação anti-inflamatória e podem ser usados para ajudar a minimizar a dor no joelho, como por exemplo, o chá de gengibre e o chá de erva-doce. Outra forma de aliviar os sintomas da tendinite de pata de ganso é através de injeção de anestésico com corticoide, no entanto é mais indicado para situações em que também ocorre a bursite no joelho. 

4. Fisioterapia

O tratamento com fisioterapia pode ser feito por meio de exercícios de reabilitação que devem ser orientados por um profissional fisioterapeuta e consiste no fortalecimento dos músculos que sustentam o joelho e no alongamento dos tendões da pata de ganso.

Outras técnicas da fisioterapia também podem ser recomendadas, como a aplicação de ultrassom no joelho, que estimula as células do corpo a combater a inflamação e ajudam a aliviar a dor e reduzir o inchaço no local da tendinite. A estimulação elétrica transcutânea, conhecida como TENS, também é um tratamento fisioterápico indicado para este tipo de tendinite, pois utiliza o estímulo elétrico para melhorar a inflamação da pata de ganso. 

Veja no vídeo a seguir alguns exercícios que podem ajudar a aliviar os sintomas da tendinite da pata de ganso:

Imagem representativa do vídeo