• dom. out 17th, 2021

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Nomofobia: o que é, sintomas e como evitar

Byadmin

set 4, 2021
Nomofobia: o que é, sintomas e como evitar

A nomofobia é um termo que descreve o medo de ficar sem contato com o celular, sendo uma palavra derivada da expressão inglesa “no mobile phone phobia”. Este termo não é reconhecido pela comunidade médica, mas tem sido utilizado e estudado desde 2008 para descrever o comportamento de dependência e os sentimentos de angústia e ansiedade que algumas pessoas demonstram quando não têm o celular por perto.

Normalmente a nomofobia é identificada principalmente em pré-adolescentes e adolescentes, já que são os que mais consomem esse tipo de tecnologia e permanecem mais tempo nas redes sociais.

Por ser uma fobia, nem sempre é possível identificar a causa que leva as pessoa a sentir ansiedade por estar longe do celular, mas em alguns casos, esses sentimentos são justificados com o medo de não conseguir saber o que está acontecendo no mundo ou de necessitar de assistência médica e não ter como pedir ajuda.

Nomofobia: o que é, sintomas e como evitar

Principais sintomas

Alguns sinais que podem ajudar a identificar que se tem nomofobia incluem:

  • Sentir ansiedade quando se fica muito tempo sem usar o celular;
  • Necessitar fazer várias pausas no trabalho para utilizar o celular;
  • Nunca desligar o celular, mesmo para dormir;
  • Acordar no meio da noite para ir no celular;
  • Carregar frequentemente o celular para garantir que se tem sempre bateria;
  • Ficar muito chateado quando se esquece o celular em casa;
  • Verificar o telefone frequentemente para ver se tem notificações;
  • Ansiedade quando está em um ambiente sem sinal de internet;
  • Levar o carregador de telefone para todos os lugares por medo da bateria acabar.

Além disso, outros sintomas físicos que parecem estar associados aos sinais nomofobia são os de vício, como aumento do batimento cardíaco, sensação de transpiração excessiva, agitação e respiração rápida.

Uma vez que a nomofobia ainda está sendo estudada e não é reconhecida como um transtorno psicológico, ainda não existe uma lista fixa de sintomas, existindo apenas vários formulários diversos que ajudam a pessoa a entender se pode ter algum nível de dependência para com o celular.

O que causa a nomofobia

A nomofobia é um tipo de vício e fobia que foi surgindo lentamente ao longo dos anos e que está relacionada com o fato de os celulares, assim como outros aparelhos eletrônicos, se terem tornado cada vez menores, mais portáteis e com acesso à internet. Isso significa que cada pessoa está contatável o tempo inteiro e pode também ver o que está acontecendo à sua volta em tempo real, o que acaba gerando um sentimento de tranquilidade e de que não se está perdendo nada de importante.

Por isso, sempre que alguém fica longe do celular ou de outra forma de comunicação, é comum o medo de estar perdendo algo importante e de não se estar facilmente contatável caso surja uma emergência. É aí que surge a sensação conhecida como nomofobia.

Como evitar a dependência

Para tentar combater a nomofobia existem algumas orientações que podem ser seguidas todos os dias:

  • Ter vários momentos durante o dia em que não se está com o celular e se dá preferência para conversas frente a frente;
  • Diminuir progressivamente o uso do celular;
  • Não utilizar o celular nos primeiros 30 minutos após acordar e nos últimos 30 minutos antes de dormir;
  • Colocar o celular para carregar numa superfície longe da cama;
  • Desligar o celular durante a noite.

Quando já existe algum grau de dependência, pode ser necessário consultar um psicólogo para iniciar terapia, que pode incluir vários tipos de técnicas para tentar lidar com a ansiedade gerada pela falta do celular, como ioga, meditação guiada ou visualização positiva.