• ter. out 19th, 2021

Com Saber e Saúde

Dicas de Saude – dietas – regimes – alimentaçao

Cinetose: o que é, sintomas, causas e tratamento

Byadmin

set 4, 2021
Cinetose: o que é, sintomas, causas e tratamento

A cinetose, conhecida popularmente como “enjoo de movimento”, caracteriza-se pelo surgimento de sintomas como náuseas, vômitos, vertigem, suores frios e mal estar, quando se viaja de automóvel, avião, barco, ônibus ou comboio, por exemplo.

Geralmente, os sintomas da cinetose podem ser prevenidos com medidas simples, como sentar na frente do veículo e evitar bebidas alcoólicas ou comidas pesadas antes de uma viagem, mas, em alguns casos, o médico também pode receitar a toma de remédios antieméticos para ajudar a aliviar o desconforto.

O que causa cinetose

A cinetose acontece quando os sinais que o cérebro recebe através dos olhos são diferentes do movimento sentido pelo corpo. Por exemplo, quando se viaja de barco, especialmente no mar, é possível que o corpo sinta que está subindo e descendo na ondulação, mas os olhos podem não verificar essa alteração, o que faz com que o cérebro receba sinais diferentes, desenvolvendo a sensação de mal estar e enjoo.

Algumas pessoas são mais sensíveis a este tipo de alteração e, por isso, podem apresentar sintomas de cinetose mesmo em outros momentos “mais comuns” como viajar de carro ou ônibus, por exemplo.

Os sintomas podem ainda ser agravados quando se está fazendo outra tarefa em movimento, como ler ou utilizar o laptop, pois os olhos ficam observando uma imagem fixa, enquanto o corpo continua sentindo os movimentos da viagem.

Principais sintomas

Os sintomas que podem ocorrer em pessoas com cinetose são:

  • Enjoo;
  • Vômitos;
  • Tonturas;
  • Suores frios;
  • Mal estar geral.

Além disso, algumas pessoas podem também ter dificuldade em manter o equilíbrio.

Estes sintomas são especialmente comuns em crianças com idade compreendida entre 2 e 12 anos e em grávidas.

Como é feito o tratamento

Para evitar e aliviar o enjoo causado pela cinetose é importante adotar algumas medidas como:

  • Sentar no lugar da frente ou junto a uma janela e olhar para o horizonte;
  • Evitar ler durante a viagem ou utilizar dispositivos, como celular, portátil ou tablet;
  • Evitar fumar e beber álcool antes e durante a viagem;
  • Fazer uma refeição leve e saudável antes da viagem, evitando alimentos muito ácidos ou com gordura;
  • Abrir um pouco a janela para respirar ar fresco, sempre que possível;
  • Evitar cheiros fortes;
  • Tomar um remédio caseiro para enjoo, como chá de gengibre, por exemplo. Confira outros exemplos de chá para enjoo.

Além disso, casos os sintomas se mantenham ou caso sejam muito intensos, o médico também pode receitar o uso de remédios que evitam os sintomas, como é o caso do dimenidrinato (Dramin) ou da meclizina (Meclin), que devem ser ingeridos cerca de meia hora até uma hora antes de viajar. Saiba mais sobre o remédio Dramin.

Estes remédios agem nos sistemas vestibular e reticular, responsáveis pelas náuseas e vômito, e atuam ainda no centro do vômito, prevenindo e tratando os sintomas da cinetose. Porém, podem causar efeitos colaterais, como sonolência e sedação e, por isso, devem ser sempre indicados por um médico.